segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Poema no ôbus

O Projeto Poesia no Ônibus é uma das iniciativas surgidas através da gestão participativa e colocadas em prática no governo do ex-prefeito municipal Péricles de Holleben Mello em Ponta Grossa - PR.


Segundo a proposta original, era pra se chamar Poesia no Lombo e distribuir camisetas estampadas com poesias de artistas da região para a população princesina. Eu sei porque ainda tenho em algum lugar o rascunho da ata da reunião do grupo de literatura com o nome sugerido por mim mesmo.


Como os meios políticos regionais continuam tradicionalmente refratários a idéias mais arrojadas ou incomuns (ainda que só no nome), o projeto acabou sendo reformulado para se tornar o atual Poesia no Ônibus, em que, através de concurso municipal, algumas obras são anualmente selecionadas para serem expostas por alguns meses nos coletivos públicos da cidade.


A primeira vez que participei tive selecionada a poesia "Como eu amo você", que está a uns dois ou três posts abaixo, e no concurso desse ano selecionaram a "Poema Oculto", que reproduzo nesse post. É a terceira ou quarta vez que um texto meu será publicado em uma coletânea de artistas locais. Eu sei que isso não é motivo para vangloriar-me, nem é essa minha intenção.


Eu só queria convidar a quem puder pra piar quinta agora dia dez as quatro da tarde na garagem da VCG perto do Fórum comer um pão com xaxixo que o pessoal tá disponibilizando. Não tomem banho nem troquem de roupa a partir de hoje, que vai ter inclusive imprensa de fora cobrindo, diz que.


Link oficial. Valeu Tonhão por lembrar!


Poema Oculto


Ela é totalmente pura

e eu como o calor da neve.


Como a flor da margarida,

como a flor da Margarete.


Como a flor da própria vida,

como vida que derrete...


Paulo Eduardo de Freitas Maciel de Souza y Gonçalves

41 comentários:

LoLo Melamed disse...

=) Parabéns Paulinho! Opa, pros lados da minha casa a VCG, se der vou dar um pulo lá, comer...
Pode deixar, não tomo mais banho

Ronedor disse...

pou, paulAo. eu nunca tive um poema meu publicado no onibus...
abraços

TonhaoSemAcento disse...

Ih, não poderei te parabenizar, e o mais importante, comer um pão com xaxixo, pois será a tarde... se fosse a noite até rolava de ir lá parecendo um mendigo... hahaha

1 Lênin 1 Blog! disse...

cara tu tem um dos teus poemas no onibus??
que legal cara, aqui em porto alegre também tem em quase todo os onibus, sempre do uma lida ;P

abraço

Andressa m disse...

Deve ser o aquecimento global.

Oh sim, com certeza, Paulo é a humildade em pessoa.

Gutt e Ariane disse...

Quem diria hein kamerad... aqui por SP deveriam existir projetos desse naipe. Todo incentivo a cultura deve ser vangloriado e divulgado...ainda mais num país como esse, onde Cultura parece feder! Mas funk ,pagode e futebol parece cheirar muito bem...devido a sua aceitação pelos "comuns"... vai entender! ¬¬

Tainá disse...

Parabéns pela décima vez

robpocai disse...

Dando um visu na prefe, fiquei sabendo que o Wosgrau andou lendo suas poesias.
Ele quer entender a realidade princesina a partir de sua escrita, mas para isso, ele também deseja entrar em contato com o contexto do autor citadino. Semana que vem marcou de ir na esquina do Mad, só não garanto que ele dê intera pro tubão. Dizem que ele sempre fala que na próxima é a vez dele pagar um RédiLeibou...

Érico Pena disse...

Cara eu moro em Manaus e fica um "pouco" longe pra mi participar! mas gostei da iniciativa da poesia no busão. Boa sorte aí e sucesso.
Érico

Klotz disse...

Vim visitar o blog para dar uma abraço no aniversariante e aproveito para parabenizar pelo poema no ônibus. Gostei deste projeto.

Me Morte disse...

Teus textos são demais! Vc é bom pra caralho, sempre fui sua fã (to pagando pau, rs). Parabéns pelo texto e Feliz Niver!

Deveras disse...

Parabéns, Comparsa!

A wild blumen disse...

Parabéns meu amigo
conte sempre comigo
embora seja um mundo virtual
a alegria que espalhas é real
que a sua generosidade
seja sempre traduzida
em gotas de felicidade
ao longo da sua vida!

Beijos!

Bruce Marlon disse...

Orra a "flor de margarette"? AIUahuiaaIgi até imagino que flor vc ta falando aUIahUaHoiuaHaoIUaHIO
fantastico paulinho simples e com muitas interpretaçoes aUHauIOIOahUIOA

Anônimo disse...

viva o busu

e vc, claro!

escarrinhos gostosos pra vc

;)

assim tropeça a humanidade disse...

legal a iniciativa e poesiA meus parabéns.
Aqui em bh tem literatura nos onibus,alguns trechos de grandes escritores e quem esta começando.

TonhaoSemAcento disse...

O link oficial da bagaça: http://www.pontagrossa.pr.gov.br/node/7722

Rogerio disse...

busão da cultura..e da poesia...legal..

Rodrigo da Silva disse...

literatura em movimento é o que há! o lugar dela não é apenas nos livros, é em todos os lugares. ótima iniciativa.

Lina disse...

Não se trata de se vangloriar. Trata de ser reconhecido por algo legal que fez e ainda em vida! Guri, fique mto feliz e divulgue cada vez mais cada publicação que tiver, local ou não, pode até ser uma notinha num jornal, mas publique!

Parabéns pela publicação!

OBS: Poema Oculto - sublime e sutil: LINDO!)

[]´s

http://vocabulofotografico.blogspot.com

Antônio Marlos disse...

Poxa, eu fiquei muito impressionado com o poema :) Nunca vi coisa igual AHSUAHS

Parabéns ao blog e sempre divulgue-o

AtReViDo disse...

Apoio plenamente, acho que poesia deveria ser disseminado em todo lugar, pois só a cultura salvara esse país. Abs.

Blog do Gustavo disse...

Gostei do poema!!!

XD

Moderação LDB disse...

é a poesia é a salvação mesmo, acho tão legal por parte das pessoas que sabem cria-lá, meus parabens pelo seu poema :D

Neuro-Musical disse...

Bacana a iniciativa! Sério mesmo! Vai ser um ótimo recurso para a cultura, uma vez que a poesia está perdida em meio a tanta modernidade!

http://cerebro-musical.blogspot.com

Lady disse...

conheço ponta grossa
tinha até uma piada que as mulheres de campo largo iam arranjar marido em ponta grossa

gostei do blog
se quiser retribuir a visiinha http://grudeichicletes.blogspot.com/


entre e fique a vontade

Daniel Magalhães disse...

Vou ler teu blog pra ver se acho massa!

Esses três primeiros posts são ultra-fodas!

valeu por aparatar lá no Olmo, man. Seja muito bem-vindo

flw

Larissa disse...

a poesia é legal
mas mesmo assim não entendi como premiaram =x

kkkkkkkkkkkkkk

eu fiquei vendo duplo sentido
daquele duplo sentido q não deveria ser notado por uma criancinha inocente.

mas nos posts q eu li ngm comentou isso pode ser poluição da minha mente

mas poesia tua não pode ser assim tão pura =x

de todo jeito, parabéns! ce tem moral, hein?

beijos

O mundo de cada um disse...

Nossa boa iniciativa essa, principalmente num coletivo, promover arte é sempre bom, parabéns.

Everaldo Ygor disse...

É isso ai...
Poesia em movimento no busão...
Abraços

Lalai Machado disse...

Poxa!! Que projeto legal!!!
É isso aí...arte nunca é demais!

luciana disse...

rolei de rir com esse poema, queria estar ai pra poder rir dentro do onibus ao ler isso rs.

muito legal o poema

Rodz Online disse...

É o buzum da cultura e poesia!!!

LADY DARK ANGEL disse...

AFFS
ACHO Q EU TO PRECISANDO DE UM SUICIDIO EMOCIONAL!

Inez disse...

Ótima iniciativa, é uma forma de incentivar as pessoas tanto para a leitura quanto para a escrita.
O poema é muito bom, bem humorado.

rattleheadbrasil disse...

"Eu nasci, eu vou morrer. Nesse meio tempo eu tento me divertir, mas nem sempre dá certo." Esta foi uma das coisas mais espirituosas que já li! Maneiríssimo, o Poema oculto é bem interessante, não sou inteligente o suficiente para elocubrar muito sobre um poema e esta proposta para o Poema no Ônibus com todo o lance das camisetas e tal é bem estimulante. Na verdade, qualquer iniciativa que motive o indivíduo a criar é válida. Parabéns pelo blog, e pelo seu talento de escrever!

.outsid3r

Jean Pedro disse...

A beleza de escrever estar no transparecimento do ser.

Fábio Flora disse...

O calor da neve é uma ótima imagem. Assim como a vida que derrete. Abraços e sucesso com o blog!

Manoel Leonam disse...

Gostei desse poema tanto quanto a neve é quente

Anônimo disse...

gostei n, fraquinho! tb gostei desse poema tanto quanto a neve é quente

Glauber Vieira disse...

Já morei em Ponta Grossa quando era criança (entre 1976 e 1981), meu pai era militar e servia aí. Fico feliz com essa iniciativa da cidade, aqui em Brasília tivemos algo semelhante em meados da década de 90, quando Cristovam Buarque governou o Distrito Federal.

Quanto ao texto em si, gostei muito, tem ritmo, é singelo, muito gostoso de ler