terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Anões, duendes, elfos, leprechauns, gnomos, napoleões e pequenininhos em geral



Sempre escrevi textos curtos, pois sempre me atraiu a idéia de expressar o máximo através do mínimo. É como espremer uma laranja, um limão, uma espinha... Quiçá talvez até como quem sabe dar a luz ou largar um barro, conforme se analise a questão.

Lembro de haver lido alguma coisa nas apostilas do segundo grau sobre o modernismo e o tal "poema-pílula". Conhecimentos largados nalgum canto junto a pilhas de gibis, livraiadas best-seller dos anos vinte aos oitenta; clássicos dos clássicos, sagrados e irrepreensíveis; e aos mais diversos tipos de manuais sobre práticas várias.

Mas foi no orgute que me detive, ainda que rapidamente, sobre minis, micros, poetrix e noviçaiadas quais. Mesmo como membro ativo e publicante do Bar do Escritor - comunidade do orgute que inchou e virou em blogs, sites e impressos - de onde surgiu o termo nanoconto, nunca dei muita bola para tais classificações estéticas.

É que eu sou um homem de meu tempo, e na pós (bem como na pré) modernidade, o que manda é a divisão do trabalho. Então a coisa ficou assim: eu escrevo, e quem quiser que analise. Deixo aqui dois textos de uma linha, um mais poético e outro mais prósico. Caso alguém se disponha a explicar o porquê, tão aí.




Sentidos

Cultivava o duvidoso hábito de guspir no prato em que comia. Mas era só da boca pra fora.



A estrela e o fio de luz

Escondi uma estrela atrás de um fio de luz.


Paulo Eduardo de Freitas Maciel de Souza y Gonçalves



32 comentários:

Luana. disse...

Além do professor de educação física do E.M vc tmb parece o Napoleão......imagina com a mão no estomago....

até qe enfim fez um só pra vc...e postou mais de uma vez!

André Luis Rosa e Silva disse...

soa como uma porrada que o ike deu na tina, nos anos 1960. aliás, o ike morreu - e a tina deve de estar pensando "antes ele do que eu".
allah akbar.

Vanessa disse...

"Sentidos
Cultivava o duvidoso hábito de guspir no prato em que comia. Mas era só da boca pra fora. "


Melhor do que muitos dos que voce coloca "trocentas" vírgulas e só um ponto no parágrafo inteiro.
Gostei!

Rosa Cardoso disse...

Explicar você? Prefiro passar a vez e ficar só na leitura preguiçosa.

"Escondi uma estrela atrás de um fio de luz."

Gostei desse.

Vinicius Colares disse...

Cara, post interessantíssimo!!!!!
A pós-modernidade é realmente estranha, apesar da evolução tecnológica, para a maioria das pessoas ocorre um involução no modo de pensar, no modo de ler, nem digo no mod de escrever, pois simplesmente estão deixando de escrever....
já comentei isso no meu blog no post a evolução dos leitores e escritores da internet (Mas não vou linkar aqui, pq acho inconveniente)!!!!

Ana Castanheira disse...

Post interesantee
:D

"Escondi uma estrela atrás de um fio de luz."
Adoreii

Muitoo boom

®Felipe2009® disse...

legal isso aí de expressar o máximo através do mínimo

mto bom o blog


http://umblogsemnocao.blogspot.com

__Heaven~' (Guih! disse...

Eu gostei disto, vou olhar os outros posts ;D^

lopes disse...

Eu ri*

Você é um cara criativo!

Marcus disse...

num entendi nada! mas ta valendo! kkk

Nova Quahog disse...

ADORO ESSAS LOUCURAS ;D

LEPRECHAUNS...NAO OUVIA ISSO DESDE CHAPOLIN COLORADO :D

Cacá :D disse...

num entendi nada! mas ta valendo! kkk [2'
Criativo ;D
beeijos
http://vidaemrabiscos.blogspot.com/

Menon Porfírio disse...

Mto massa meu velho..

Escrever mto bem..

Passa lá no meu blog dpois.. tô procurando parceiras..

unidos pelo rap disse...

CARA IRADOOO.....RSRS CURTI
SO NAO LI TUDO :/ MAIS JA SALVEI E VO VOLTA VIU



RSRS


HTTP://IRANMNR.BLOGSPOT.COM/


HTTP://VIDEOSONESTOP.BLOGSPOT.COM/


CONFERE LA

Trujillo disse...

A modernidade, independente do caos, nos tem presenteado com muito. Um dos presentes eh o fato de compartilharmos novas tendencias. Seu texto eh interessante. Apreciei muito minha visita por aqui. E, nao menos importante, as frases, principalmente a segunda delas,ainda esta me fazendo pensar e pensar. Como serah esconder uma estrela atras de um fio de luz?
Abrcs
http://rumosritmosrelatos.blogspot.com/

Publicidade Esportiva disse...

Como sempre, vc escreve mto bem... um texto melhor q o outro...

Abraçossssss

http://www.publicidadesportiva.blogspot.com/

Vinicius Colares disse...

pós-modernidade sucks!

Guarda-Chuva Vermelho disse...

Sou péssima para explicações ;~
Mas a idéia de expressar o máximo no mínimo é boa.

Beijos

PanPum Flûor disse...

"quando se sabe ouvir não é preciso muitas palavras"

lennon disse...

po muito bom adorei teu blog

parabens otimo blog

abçs!!!

Rogerio disse...

realmente vc escreveu mas do umas palavras...ssrs..fico bom....ate...

Guigox disse...

Muito legal,não sabia da existencia desses Nanocontos,mas sempre tentei expressar o maximo com o minimo

http://ownedando.blogspot.com/

Avassaladoras Rio disse...

Querido amigo avassalador...
Hoje adorei de verdade. Desde a explicação para as pilulas... até as pilulas poeticas.
E que correção! Será que vou ficar viciada nisso?

Gutt e Ariane disse...

Não que das outras vezes a compreenssão não foi obtida, mas acho que dessa vez, quem realmente parou para ler, conseguiu chegar a alguma conclusão sobre o que vc apresentou...
O pessoal adora mesmo é de sair escarrando... mas esquecem-se de olhar para a seus infimos e diminutos blogs...(nessa parcela, estou eu obviamente), porém, ao menos, tenho a consciencia das minhas opiniões nada construtivas...rsrs

JuANiTo disse...

Ola,
tbm penso dessa forma.
Qnt mais claro e objetivo melhor.

Gostei das expressões.
Mas acho que na 1ª vc queria dizer "cuspir".

Tem gente que maltrata na frente de qm interessa mas na verdade admira tanto qnt maltratou.

A segunda podemos enxergar que junto a algo luminoso sempre a algo que está junto a brilhar.

Abraço

Ariane disse...

Mas pra que, explicar ou rotular... sei lá, não curto isso! Gosto da sua idéia de escrever pouco e "falar" muito, os textos bons são assim.
Falou, abraço!


http://gazzetainsana.blogspot.com

Menina X. disse...

kkkkkkk eu nãoo entendii,acheei confusooo,mas tá valendooo :D

mas gostei da parte de não curto escrever longos textos,pois os melhores escritores disseram pouco :D

www.ameninax.blogspot.com

Karina Kate disse...

Assim como voce eu tambem prefiro textos pequenos, que não cansam e que são amis consistentes, como o seu de hoje!
valeu pelas dicas.

Ana Paula Moreira disse...

Os dois mini textos são ótimos. É raro quem consegue expressar uma mensagem em poucas palavras. Adorei o primeiro. Parabéns!!!

Kenshin Himura disse...

Napoleão, kkkkk!

Letitia Morgan disse...

Eu vejo a literatura como um filme. Gosto ou não gosto. Pouco me importa, se foi um duende ou um gigante, quem escreveu. Seja de cordel ou poética. Talvez por preguiça, prefiro ler uma ideia em poucas palavras. Abs.

Anônimo disse...

comprei um nomo no Gnomo Colorido.