sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Nometria


Viver é vício
torrente de desejos
que nos traga desde o início.

Morrer é o exato oposto.

Um desapego profundo
em que abrimos mão do mundo
quando o vício perde o gosto.

Paulo Eduardo de Freitas Maciel de Souza y Gonçalves

25 comentários:

ricardo luiz disse...

gostei do poema! È isto mesmo a morte é o desapego total, eu diria que a morte é o fechar das cortinas,sem aplauso!

Yuusuke disse...

lol
http://nipponpress.blogspot.com.br/2012/10/china-elogia-escritor-laureado-mas.html

diogo disse...

bem simplorios os versos mas legal de ser lido
sucesso

http://alem-da-pele.blogspot.com.br/

Guilherme Augusto disse...

E somos dependentes de viver...

Marco disse...

a vida é um grande vício, e os fracos morrem cedo.

sobre a tua pergunta, não era eu lá não, ainda mais que pra min deus e diabo são a mesma coisa, então não entro naquele tipo de discusão.

Tamara Badran disse...

Bacana.

Cesar Saad disse...

Porra.Legal.

Juan Dias disse...

O melhor que você escreveu até agora...

Rafael Filho disse...

E tem gente que prefere o "morrer"

blogger disse...

Pois é, tem gente que pensa nisso mesmo Rafael.

Victor Lourenço disse...

Bem mais bonito que o do lanchão da madrugada.

Cafajeste Sedentário disse...

Melhorou heim garoto,agora sim é literatura ! hehehe

abraço do espinhento ;)

boa sorte com o blog.

Marília disse...

Incrivel!

Pergunte a uma mulher disse...

sempre figura!! =D

Yuu disse...

lol gostei
http://aprendajaponesja.blogspot.com.br/
http://animenokyo.blogspot.com/
SE GOSTAREM SIGAM QUE SIGO DE VOLTA

Raquel S. Ramos disse...

Opinião simples e exata num poema direto e bem escrito, parabéns.

KGeo disse...

legal o texto

Bruna Battirola disse...

Eu acredito que a vida é muito boa, quando se está aberto para vivê-la em sua plenitude. Aprendendo com os acontecimentos. Com o que fazemos da nossa. A vida é muito boa quando vivemos a adversidade e aprendemos a tirar bons ensinamentos com elas. Pois dos piores momentos é que se tiram as grandes lições.

Jéssica Moura disse...

muito bom o poema, adoreii!
acabei de atualizar o meu blog da uma passadinha la!
beijoosss

www.jmphotosnet.blogspot.com.br

Alessa disse...

a morte é fim, ou somente o começo? um recomeço. é o desapego.
abraços e ótima semana. deixando meu blog

http://bruxinha-feminina.blogspot.com.br/

Monica Limeira disse...

Gostei...morte é consequ~encia da vida , seja ela boa ou não...tudo é finito. Existem coisas e pessoas que morrem em vida ...isso é punk!!!

http://www.topblog.com.br/2012/index.php?pg=busca&c_b=16173083

Micael Araújo Andrade disse...

A vida é um vício e a morte é um começo.

Nuno Amado disse...

Poema pequeno, mas muito certeiro!
:)

Abraço

Juan Dias disse...

nunca vou perder meu vicio

Michelle Portugal disse...

Morrer ainda em vida