quarta-feira, 7 de julho de 2010

Bizorra

Soube que seguramente teria uma vida breve, acabada na fulgurante desgraça dalguma calamidade individual ou coletiva quando surpreendeu-se imaginando as vantagens de envelhecer.


Mais um pouco e teria filhos, gastando a alma e tornando-se visível aos olhos cobiçosos de uma miríade de egos infláveis, ao amálgama indistinto de todas as consciências tortuosas que julgavam-se abençoadas pela maldição de não morrer.


E na consideração da plausibilidade da insanidade a tanto tempo impingida foi que descobriu-se comum e medíocre, bem de acordo com a regra implícita que impõe ao loco que é loco que não o admita.


Assim, num universo de indescritível pequenez, alcançou a proeza de tornar-se no super-inseto bizorra, que lê o futuro de trás pra diante e age de cor e salteado na esperança de, através da média aritmética, manter os cantos de seu mundinho nos devidos ângulos de 90º.


Paulo Eduardo de Freitas Maciel de Souza y Gonçalves

32 comentários:

Wellington Johnny disse...

Otimo texto! Bem profundo e folosofico!!!

Lilian Borges disse...

Olha, sinceramente não entendi a "moral" haha Mas bonito texto. Pelo que entendi, é como o tempo passa rápido. Enfim, bem filosófico mesmo.

Thiago disse...

Eu ri do texto aqui do formulario do comentario, sério. HAHAHA

Bom texto!

A wild blumen disse...

Sempre tão inteligente e viajante!

Casa do Hippie disse...

Por muito pouco o ângulo não sai dos 90º

• Myla♦YlaViolet ♥ disse...

Nossa, palavras inteligentes, texto inteligente e bemmmm profundo hein rsrs parabens pelo blog ;*



www.ylaviolet.blogspot.com

César disse...

Bizorra...tai uma palavra q nunca tinha ouvido falar....muito bom o texto.

Já viu essa? disse...

Interessante, mas narcisista,
http://javiuessa.blogspot.com/

Ana Letícia disse...

tudoo bem, mas isso n importa pra a gente aqui :D tenho umas amigas que n erram tanto, espero que goste quando elas postarem e pa , mas n vou me esforça pra escrever tudo muito lindo ok u.u n gostei das palavras dificeis fora isso ate que ta legal so que eu sou contra a ideia de suicidio e nacizismoo(:

Bazófias e Discrepâncias de um certo diverso disse...

O que fazer com tantos vazios? Faça um cálculo baseado em estequiometria e seja feliz. Creio que a sua interpretação é deveras realista. abrazoz bazofiadorez

Italo Gomes disse...

Sinistro cara...

Meio macabro... mas é manero

http://italoopensador.blogspot.com/


xD

Rodrigo disse...

Não sei por que motivo vai ao meu blog com tanta frenquência! Parece que gosta! Explica-me ai? Só lê os meus textos para corrigir gramática ou ortografia? Mire, alveje na mensagem. Discuta o contéudo e não as palavras bonitas que aprendi ontem, ou onteontem! De uma forma, ou de outra, a mensagem esta ali (...) Na boa, seus textos são bacanas sim, e não julgarei por sentimentos quanto a sua pessoa, mas sim pelo contéudo, pois tu és, um tanto quanto antipático ao escrever em meu blog! Perde a oportunidade de que alguém venha aqui e comente a sua mensagem. Longa vida aos seus escritos bizorros e com ângulos viciosos!

www.filosofiadeliquidificador.blogspot.com ( um blog cheio de erros,feito para qualquer um corrigi-los, e inclusive vc?

Nettow disse...

kkkk

Rodrigo disse...

Engraçado que você mesmo diz "Leia aí, diga o que der na telha, não tenha vergonha, não seja recalcado. Mas evite ser muito imbecil" (...) Quem tu pensas que és? Tu és um recalcado, né ou um escritor imbecil?! Deixe as pessoas serem idiotas, pois derrepentes elas são melhores do que vc. Quanto aos meus textos, sinceramente, não acho que sejam enrolações mal-escritas, e se forem, qual o problema! E outra, idiota é vc! Comente da forma que quiser, pois não apago nada. Livre arbitrio para ti.

Humberto Deveza disse...

Muito interessante o texto...
a vida é muito particular mesmo,
mas você é 10x mais específico.
talvez alguma coisa eu não tenha entendido devido à essa especificidade... rs

Pedrinho disse...

Belo texto.
Profundo, mas tem que se olhar a fundo pra perceber.

Ou então ficam parecendo um monte de alucinações causadas por um chá de cogumelo.

Jessica Jin disse...

Cara tu viaja nas ideias rsrs

Adorei seu cometanrio

Beijos

Anônimo disse...

"Leia aí, diga o que der na telha, não tenha vergonha, não seja recalcado. Mas evite ser muito imbecil..." kkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
Não entendi o que o texto quer passar, acho que é para dizer que o tempo passa rápido não?

Rodrigo disse...

otimo texto!

Sandro Batista disse...

É uma mistura de nada com coisa nenhuma... Se a intenção for ser trash, parabéns! Já temos o sucessor de Zé do Caixão!

Plugaaki disse...

muito bom seu texto! voce é bem inteligente, usa palavras difíceis e bem colocadas

Bruno Madrid disse...

Belo texto! Soube usar bem as palavras :D

Visite meu blog tb =]
http://historiascopadomundo.blogspot.com/

Gil disse...

Cara,muito massa...
sarcástico e filosófico!

Jéssica L.A. disse...

otimo texto...
inteligetne, sarcastico, filosofico...
mto bom!

Luiz Brisa disse...

belo texto
ate viajei aki
xD

Juηiøя disse...

puts ótimo texto cara

parabéns pelo blog


visite: http://adolescente-antenado.blogspot.com/

Francorebel disse...

Gostei do texto, apesar de longo.

Suzy Carvalho disse...

gostei daqui.

Casa do Hippie disse...

Recebi alguns selos e estou premiando seu blog com o mesmo selo.
Compartilhar com seu respresenta minha admiração.

Selo indicado: Prêmio Drunk
Sobre o Selo:
http://casadohippie.blogspot.com/2010/07/blogosfera-selos-compartilhados.html

Abraços,

O Hippie

André e seu caldo de cana disse...

cara, texto fantástico. tou me matando de rir.
hehehehehehehehehe.
abração

Guilherme Lombardi disse...

Interessante o texto e a forma como você escreve é bem singular, parabéns!

Henrique Alvez disse...

Dei uma viajada legal aqui lendo seu texto
mas a vida n é assim
por mais previsível que pareça, o ângulo nunca sairá do jeito que almejamos
^^