sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Ponto de vista

Desconfiava das frestas entre a cortina e a janela, preferindo entendê-las como brechas através das quais ser espionado que como aberturas pelas quais observar o que ia pelo mundo exterior.

Paulo Eduardo de Freitas Maciel de Souza y Gonçalves

32 comentários:

Online na web disse...

Bonito texto, parabéns.
Abraços

Fritz disse...

Nossa oO

Pablo disse...

Texto curto, porém muito belo !
Está de parabens !

http://sombradaamendoeira.blogspot.com/

Leire disse...

Às vezes o melhor ponto de vista é aquele mais exposto.

É um blog maluco, meio bizarro, mas eu adoro isso!

Um beijo!

Leire disse...

Quem me dera se eu fosse um.

Fernanda Maria disse...

Curto mais belo...gostei do poema...
Tambem escrevo poesias, passe no blog pra ver
Abraço e ate mais****

thiago toscani disse...

...e, no final, chega-se à velha e enfadonha conclusão: tudo, nesse vidinha, é uma questão de PONTO DE VISTA.

RJ disse...

belo trocadilho entre título e texto...

ponto de vista...

abraços!

ED CAVALCANTE disse...

AS COISAS QUE OBSERVAMOS PELAS FRESTAS SÃO BEM REVELADORAS! MUITO MAIS DO QUE O QUE É VISTO POR INTEIRO!

rehszjoy disse...

HOHOHO...

FRASE PRODIGNA..
FALLOW ME!

shaushaus'.


Belos textos..x)

http://entreeuvoce.blogspot.com/
VISITE TBM! ;)

Anacrônica disse...

Frestas e brechas são coisas eróticas...uau!






















Depende do ponto de vista!!!




















Beijos no nariz.

Andressa m disse...

é legal quando são laranjadas...

as frestas.

rehszjoy disse...

Já passei por akie..
x)

Ideais e Alucinações disse...

Eu tbm já ouvi algo parecido: Enquanto um de seus dedos aponta o outro, o resto está a apontar para você mesmo.

É bem por aí, né?!

;D

Juh disse...

nossa
adorei!!

beijos!

http://oigatavemsempreaqui.blogspot.com/

Caio Cipriano disse...

muito bonito

Bia *~* Ballu disse...

Frestas... dependem do ponto que vc olha. EU escolho o ponto mais divertido.

http://alacarte-domeujeito.blogspot.com/

Caio Rudá disse...

Prolixo para um mini, se essa foi a intenção, mas bom de todo modo.

Queria pra mim esse... lol

Juka disse...

Na verdade pode ser os dois, pode ser usada tanto pra olhar quem ta la fora e pra qm ta vendo do lado externo xD

garota roller disse...

intrigante

danilo disse...

bom texto gostei bastante
abraços

Leo Pinheiro disse...

Não concordo integralmente com o relativismo, mas entendi sua idéia!

Liipee disse...

Acho eu que não entendi realmente a mensagem que ele quis passar..
pra mim brecha e frexa é outra coisa..(pensamentos tarados em minha mente)
mas tudo bem
:O

avassaladorasrio disse...

Querido amigo avassalador... Paulo.
O que me tranquilizar em olhar pelas frestas e desconfiar de que alguem me ve.. é saber que se alguem me olha tambem posso olhar de volta.A escolha é minha entre observar e ser observado ou ambos.
venha nos visitar tb
http://avassaladorasrio.blogspot.om

Anynha ^^) disse...

Curto mais belo...gostei do poema...
Tambem escrevo poesias, passe no blog pra ver..
By Any ^^)

Rosangela A. Santos disse...

Eu prefiro os dois .. espionar o mundo exterior e ser especionada .. viver os dois mundo s,.. rsrsr

Abç.

saga dos martins disse...

Isso é um sintoma clássico de Síndrome de Pânico! rss
Aconselho ir até essa fresta e abrir totalmente a cortina e ver que não há o que temer do lado de fora!
Beijinhos!!
http://sagadosmartins2.blogspot.com/

Anônimo disse...

oi legal emm

Pedro Alcântara disse...

Gostei de seu blog os textos são massa!!! Parabéns!!

Fábio Flora disse...

Num mundo em que as pessoas fazem de tudo para serem vistas, as brechas servem como buracos de fechadura por onde somos vistos. Jamais como olho mágico para o exterior. Abraços e sucesso com o blog!

rivotril disse...

porra! muito foda, o cara deve ser um punhetero (na melhor das hipóteses)

Mari disse...

Putz, isso é uma boa definição de paranóia...
Ah, uma dica: alinhe os textos sempre à esquerda, para evitar aqueles espaços gigantes entre as palavras. A leitura fica + agradável.
Abs