sábado, 7 de junho de 2008

Demasiado humano

Se errar é humano e insistir no erro é burrice, um tipo de genialidade talvez consista em transbordar humanidade a cada nova decisão.


Paulo Eduardo de Freitas Maciel de Souza y Gonçalves

6 comentários:

JavAlisson disse...

Altamente filosófico mesmo, vou até colocar no meu perfil do orkut... perdeu preibói!

Carolina Sé disse...

Herrar é umanu. Ensistir no herro que é burisse.
(Ai, meus bagos)

Andressa, o demônio. disse...

E se não for humano???
Daí se você descobrir que é um ciborgue????

Gabriela Collaço disse...

Certo, taí uma coisa a se pensar...errar é humano...mas aposto que cachorros, gatos, emas, avestruzes, cagurus, golfinhos também erram..seriam eles humanos?!
Bêjo

Antonio Carlos Muniz Macedo disse...

Genial ! Constatação que enviesa entre a filosofia e a observação de fina ironia.

Letitia Morgan disse...

Acho que somos uns génios! Bjs