sábado, 14 de agosto de 2010

Auto-estima

Todo mundo tem seu modo,

todo modo tem seu mundo.


Seu lago,

seu narciso,

sua vida,

sua luz.


Que se perde num jogo de espelhos,

num segundo suicida de auto-reflexão.


Paulo Eduardo de Freitas Maciel de Souza y Gonçalves

34 comentários:

André e seu caldo de cana disse...

todo mundo tem seu fundo
todo mundo tem seu raso
todo mundo tem seu futuro
todo mundo tem seu atraso

abraços, don pauletes.

Elmo Freitas disse...

Uma perfeita ordem psicológica

Laís Brito disse...

É verdade,mas algumas pessoas não entendem ):

Pankeka disse...

nem tudo o ser humano compreende

Máátheus Queiroz disse...

Muito bom man, só achei que falto rima em alguns trechos... mais como já dito anteriormente, esta muito bom de fato.


Se puder, pode ler meu ultimo post?
Chama-se [u]“peripécias”[/u]

http://assunto-jovem.blogspot.com/

pode ser? Depois nos fala o que achou. =)

Suzie disse...

Achei bom.

"Todo mundo tem seu modo,
todo modo tem seu mundo."

a frase já diz tudo.

abraço

Giovani Iemini disse...

aê, fardadão,
outro dia desses falávamos de vc, eu e o deveras, durante a flip em paraty.

dá uma passada no bar.

[]s

Pedro disse...

pois é

Luiz Brisa disse...

nem td mundo entende neh

Zélio Marulo Jr. disse...

Todo mundo tem sua perda, cada perda tem seu mundo, no mundo só de perda, toda perda perde o mundo.

Belo blog.

www.bloginoportuno.blogspot.com

Bons Ventos!!

Laiane disse...

Que massa!!!! Nessas minhas leituras de futura socióloga, passei pelo "Suicídio" de Durkheim. Das dele, essa é a obra que eu mais gostei. Lembrei quando abri o blog; quando vi o poema. Lindo poema, por sinal. Parabéns!!

Di Lopes disse...

Acho tenso, mas o texto ficou muito bom. (:

joão victor borges disse...

Todo mundo tem seu modo,
que se perde num jogo de espelhos,
num segundo suicida de auto-reflexão.

Abraço! ;)

http://anpulheta.blogspot.com

SoterO disse...

Que se perde num jogo de espelhos,
num segundo suicida de auto-reflexão..

Muito bom mano
esse final ficou ótimo!

abçS

J. disse...

Acho q esse é um dos textos seus q eu gostei mais.

Movie Down disse...

texto perfeito.

Raphael Kakazu disse...

Legal o jogo de palavras do texto..só uma dica, toma cuidado com algumas rimas, pq a mensagem rapaiz com certeza vc conseguiu passar...parabénss...abraço

Adilson Guimarães disse...

Só uma palavra para o que li agora: Incrivel!
Parabéns,

www.catarseonline.blogspot.com

Caroline Souza disse...

HUm... gostei!
Kisses

fashioninfected disse...

Nossa, arrazou.. adorei o texto!

•▬●๋• Jőőýćííńhá CCM ♥ disse...

Acho que não, pelo menos não no século 21 em que todos os jovens tem o mesmo mundo de modinhas!

deblita!!! disse...

profundo...

Anônimo disse...

Profundo

Sou do orkut =/ nao dei calote

Tomaz C Frausino disse...

Num tem mais o que fazer não além de ir xingar os outros e seus textos/blogs?
Se poesia é coisa de quem dá o cu... então porque vc fez essa? emm
Seu babaca alienado?

Thamires Viel disse...

Todo mundo tem realmente seu mundo e seu modo. :)
Seria bom que todos compreendessem

Onde nem o céu seja o limite disse...

Muito bom o texto. Parabéns.

Samir . disse...

Pena que nem todo mundo tem esse tipo de conscientização, mas é isso. Parabéns pelo post.

Se pude, visite o :http://sem--hipocrisia.blogspot.com/

Abço!

Rafael Rodrigues disse...

Legal!
=)

Karla Hack disse...

Maravilhoso!
Dos que li de seus versos este foi meu preferido
Me fez pensar em Leminski
;D

Juliane Oliveira. disse...

todos temos um mundo no qual nos definimos diferentes.
cada qual com seu modo, seu mundo..

gostei, parabéns pelo blog..

beijos :)

@blackziinha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Barbara Nonato disse...

Analogia perfeita! Gostei.

Mel disse...

nossa....estou sem palavras....

In Barlow disse...

não troco o meu mundo por nada