terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Luz Negra


A opção por encher a “alma” com as músicas tristes de suicidas ou masoquistas deve ter sido minha.


Digo deve porque, enquanto não tivermos a exata medida entre o peso de genética e cultura na composição daquilo a que usualmente denominamos livre-arbítrio, fica difícil precisar quem escolhe o quê.


Inegável é que o tipo de ironia a que tanto prezo e que tantas alegrias tem me proporcionado se encontra presente nas composições de tais sujeitos de forma marcante. E poderia ser diferente? A obra de alguém que despreza a própria vida, ou tem valores tão diferentes dos considerados habituais a ponto de encontrar prazer destroçando-a, tem de, necessariamente, possuir uma alta carga de cinismo para fazer-se notar.


Mas isso é apenas o que diz o meu ponto de vista, ou instinto. Talvez sejamos todos como mariposas, voando desesperadamente em torno da tonalidade de “luz” que mais nos agrada. E que, após perderem a capacidade de vôo, se esforçam por explicar umas às outras a óbvia causa de suas desgraças.

Paulo Eduardo de Freitas maciel de Souza y Gonçalves


59 comentários:

Lilykaah disse...

Interessante.
Hoje em dia, agente vê fácilmente jovens se interesando por músicas cada vez mais depresivas, isso torna cada vez a sociedade negativa, no ponto de vista social.
Embora a culpa não seja somente das letras, muito se sentem motivados, talvez pela prória convivência, a estar procurando desculpas para se lamentarem de suas vida tristes e sem graça. Trancafiando seus intintos, deixando de criar suas próprias idéias. Gostei do texto, foi uma boa observação e muito bem escrito. Espero voltar aqui mais vezes. Muito bom! ^^

Admin Futebobeiras disse...

realmente tem músicas que tem poder de te deixar triste.

muito bom o blog, estou seguindo

siga e comente:
http://futebobeiras.blogspot.com/

Jonathan disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
FabioZen disse...

é bem por ai Paulo.Não só músicas mas programas da tevê aberta e seu show de horrores.Exploração da miséria humana e por aí vai...

Nyna disse...

muito bom seu texto
estou seguindo o seu blog
se quiser da uma olhada no meu
http://naturalmentenyna.blogspot.com/

heheh to começando ainda

Suzana Lopes disse...

és cinicamente fantástico, vou ouvir fresno agora e chorar

*** I.C *** ** The One ** disse...

Jovens se interessam por musicas depressivas porque na maioria é a realidade que eles vivem de pais brigando, se separando, se matando... Mas conforme passa, as geraçõesm udam e o gosato musical tambem...

Paty disse...

vc me parece mesmo bem irônico...

João Pedro Monteiro disse...

é verdade, as vezes carregamos bombas deprecivas em nosso mp3 !

Gutt e Ariane disse...

Bom, dizer que é apenas uma teoria acho besteira, é nótorio que o ambiente (e tudo que o cerca) acaba nos influenciando. Pensa-se que são escolhas, uma vez que sua Razão aparentemente está formada, mas não... é tudo influencia de sua criação. E como vc mesmo disse... tem a genêtica ainda para ser levada em consideração.
------------------
Não entendi seu comentário, mas blz...

Ká.Entre.Nós disse...

Entrei em um blog que o blogueiro fdesabafafa sobre depressão mas a música era caótica de depressiva.

scriptmanent disse...

Cara, obrigada pelo seu comentário, fiquei feliz!!

Confesso que realmente toda vez que eu olhava a palavra "aluscina" com "s" eu sabia que tinha algo sobrando ali...kkkkkk

Tirando isso eu naum sei se vc gostou ou naum do post, mas o legal é isso, cada pessoa vê uma coisa. Uns sentem o que a gente escreve, outros olham se a gente tem tecnica, se tah respeitando a regras gramaticais, etc.

Isso tudo é uma questão do que o olhar de cada um procura.

Bjinhos querido e volte sempre.

Inez disse...

Acho que isso é reflexo do momento que estamos vivendo, a falta de perspectivas, o momento político e social bastante conturbado, as pessoas ficando cada vez mais individualistas, tudo isso mexe com o emocional de todos principalmene dos jovens.

CINECLUBE01 disse...

Gostei do texto, muito bom mesmo. Como já dito, não é só a música que influência, mas quase tudo que está por ai...

Jornal disse...

Muito bom o texto, adorei!!!

J P F O X disse...

Existem músicas de todo tipo, devemos levar em consideração, a cabecinha da mulinha que está escutando.

Steffi de Castro disse...

Eu estava outro dia conversando com uma colega minha, ela queria um ipod emprestado. Seu sobrinho falou: "ué, pega o de Steffi". Ela respondeu: "ah! o de Steffi só tem música triste!"

Pois é... Eu escuto muuuitas músicas tristes, depressivas mesmo... Até as mais animadinhas são dignas de piedade e lágrimas. Acontece que pessoas assim, como eu por exemplo, vêem beleza até na tristeza.

ALIMAC disse...

Eu já chrei com as piores musicas do mundo. Mas só calhou o momento x)

www.teoria-do-playmobil.blogspot.com

30 e poucos anos. disse...

Cada um encontra harmonia em algo diferente

Maya . disse...

Concordo com a moça aí de cima, essas músicas depressivas são, de certa forma, reflexo da sociedade em que vivemos. Também há as musicas de corno e de corna, que bombam a beça kkk. E aqueles pagodes onde o cantor assume que trai mesmo? Esses são sucesso entre homens e mulheres - pagode, sim, há mal gosto para tudo -, veja só! Entretanto músicas depressivas e de dor de corno existem há séculos, e o seriado Dalva e Herivelto ilustrou isso muito bem.

catrak disse...

opa i ai beleza tipo tinha visto o seu blog em uma comunidade resolvi visitar, tipo tenho uma dica para vc pq tu não passa o teu blog para um dominio profissional gratis tipo o google indexa mais rapido vc ganha mais visitas e mais sites linkan vc. Si curti tenho um tutorial passo a passo aqui mostrando como fazer: http://www.artilhariadigital.com/2009/11/tutorial-configurando-um-dominio-cocc.html

Lina disse...

E assim, mais do que nunca, tudo não passa de uma questão de conveniência...

Abraço,

gritosquenaodei.blogspot.com

Elmo Freitas disse...

Seu texto segue uma perfeita ordem
psicológica!
Parabéns!!!

Nando! disse...

tantas músicas já me deixaram numa deprê pura..kkkkkkkkk

oquefaltava disse...

ta de parabens pelo blog

Leo Pinheiro disse...

Todos nós temos dias de Kurt Kobain... O importante é que eles sejam excessões e não regra.

Mayna disse...

Quando estou na foça, seja ela qual for, eu sempre encho os meus ouvidos com as músicas da Legião Urbana. Não sei porque, mas sempre tiro alguma mensagem positiva para o momento que estou passando.


http://maynabuco.blogspot.com

Siga-me no twitter:
www.twitter.com/maynabuco

Bikelando disse...

Não é de hoje que cinismo e ironia atraem ... depressão em moda? Pode ser, é algo tão presente na gente. Tem dias que estou assim também.

Rodolfo Soares disse...

Sou de acordo com esse texto. Eu acredito bastante do livre-arbitrio... Gostei de como tu tratou os outros aspectos... alegria, desespero...

Abraços
www.borarir.com

Aborrecente Informado disse...

vdd...
quando to trsite, vo escuta musicas depressivas,e apesar de depressivas, até q ajudam um pouco.. =O


http://aborrecenteinformado.blogspot.com/

Guilherme Lombardi disse...

a irônia e a depressão vivem unidas

Tayná Guedes disse...

adorei o humor sádico.

Emmy S. disse...

eu mesma AMO me esconder e me refugiar em músicas depressivas e melancolicas, é uma espécie de desabafo pra mim, é meio dificil você ver só coisas lindas e felizes no mundo em que vivemos hoje!
parabéns pelo texto

passa lá depois
http://plushmoon.blogspot.com/

Tayná Guedes disse...

aaa...
adorei o comentario...
sei que ando não escrevendo nada util...
mas acho que enquanto eu vivo , entre meu nascimento e a minha amorte, convivo com inutilidades e imbecilidades, por isso acabo chegando ao periodo de escrever nada util.
Bom... Voltar a "escrever" de verdade

Stephanie Driano . disse...

Pra mim não são músicas tristes mais sim de reflexão, tem como não não refletir lendo isso "...Talvez sejamos todos como mariposas, voando desesperadamente em torno da tonalidade de “luz” que mais nos agrada." não, né rs.
Amei o blog, vou seguir, gostei demais.

Rogerio disse...

somos como mariposas que voam desesperadamente em direção a luz...essa parte achei interessante...e uma boa reflexão...ate,,,

Taísa disse...

Muito bom, adorei


http://clubdacalcinha.blogspot.com/

josé everson disse...

Porra! Isso é só um teste, caralho!
Mas já que tô aqui, que trupe de patetas fica babando neste monte de besteirol! ...que haaaaaa!
termine de jogar as bombas, e acabe logo com esse inferno!!!

josé everson disse...

Cara! Escrevi este esquema ontem, mas não consegui mandar! Que caralho! Só que eu tô vendo a mesma parada agora! Se ligue! Filmes de ficção científica! Só vai o ano e o diretor, o elenco vai depois!
Viagem à lua. 1902-Georges Méliés.
Metrópolis. 1926-Fritz Lang.
O dia em que a terra parou. 1951-Robert Wise.
Guerra dos mundos. 1953-Byron Haskin.
Alphaville(cê já comentou). 1965-Jean-Luc Godard.
Fahrenheit 451(já falado). 1966-François Truffaut.
2001. 1968-Kubrick.
O planeta dos macacos. 1968-Franklin J. Schaffner.
Solyaris(solares). 1972-Andrei Tarkovsky.
Guerra nas estrelas. 1977-Lucas.
Contatos imediatos do terceiro grau. 1977-Spielberg.
Jornada nas estrelas. 1979-Robert Wise.
Mad Max. 1979-George Miller.
Alien, o oitavo... 1979-Ridley Scott.
E.T. 1982-Spielberg.
Blade Runner. 1982-Ridley Scott.
O enigna do outro mundo. 1982-John Carpenter.
O exterminador do futuro. 1984-James Cameron.
De volta para o futuro. 1985-Robert Zemeckis.

Agora vai os mais doidos! Clássicos B!
O monstro do ártico. 1951-Howard Hawks.
O homen do planeta x. 1951-Edgar G. Ulmer.
Ameaça vinda do espaço. 1953-Jack Arnold
Mulheres-gato da lua. 1953-Arthur Hilton.
O mundo em perigo. 1954-Gordon Douglas.
Vampiros de almas. 1956-Don Siegel.
Plano 9. 1956-Ed Wood.
Planeta proibido. 1956-Fred Wilcox.
O incrível homem que encolheu. 1957-Jack Arnold.
Quinze metros de mulher. 1958-Nathan Juran.
A bolha. 1958-Irvin S. Jr.
Eu casei com um monstro do espaço. 1958-Gene Jr.
Viagem ao fundo do mar. 1961-Irwin Allen.
Os primeiros homens na lua. 1964-Ray Harryhausen.
Invasão das mulheres abelhas. 1973-Denis Sanders.
Por enquanto é isso, tô sem tempo!
Falo!!!

shadows sweet shadows disse...

gostei do comentario do alemao sobre babando no besteirol hsauhsuahsuhasa

Anônimo disse...

Engraçado...
Vc pede aqui no formulário de comentários para evitarmos ser muito imbecis e você mesmo tem a cara de pau de infestar os blogs das pessoas com comentários de mau gosto e totalmente sem noção. Nota zero para o seu comportamento na blogosfera, pessoa! Você deve achar muito engraçado fazer o que vc faz, mas isso só prova o quanto você precisa crescer. Vê se melhora isso aí, pois tem feito um papel muito feio, pra não dizer RIDÍCULO...

非凡 disse...

I'm appreciate your writing skill.Please keep on working hard.^^

Felipe Figueiredo disse...

Eu gostei bastante do blog, com informações bem interessantes , e um modelo underground bem interessante !!! (Visite meu blog: www.ffheavymetal.blogspot.com)

Danshima disse...

es emo ?

Blog do Camelo disse...

Num sei se dá pra dizer se eu gostei ou não do post, pode ser ingnorância minha mas palavras muito dificeis geralmente me fazem me perder pela leitura ... mas enfim...um bom carnaval e um grande abraço

AnaCrônica disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Texto imbecil nossa! tem erros ai viu! Devia desistir de escrever na boa!

Raíça disse...

maldita luz, maldita.

ganhou a seguidora, xx

Absíntese disse...

Mordaz vc, hein, sempre.

Objetivo e incisivo. Acho que ainda não li algum post teu que não gostasse.

www.absintese.blogspot.com

(Ana Pavao aqui ok)

Phellipe salaroli disse...

Mto bom, gostei! Parabens

Adonis Martins^_^ disse...

cara tu é um mane respeita os outros e vive a tua vidinha ridicula sozinho vlw

Phellipe salaroli disse...

Mto bom, gostei do blog, voltarei!

Macaco Pipi disse...

puteiro!

C & I disse...

Eu particularmente não gostei do texto,o que não significa que seu blog é ruin..mais acho que imparcialidade é sempre bom,polemica tbm hehe


Mais vc precisa..de DEUS ai vc se anima

Rodz Online disse...

Se tem uma coisa que desprezo são músicas que pregam melancolia e afins.
abçs
Rodz

LADY DARK ANGEL disse...

um pouco conguso mas gostei

R.M net disse...

QUE BLOG PESADO......

DEnyze disse...

Livre arbítrio é uma ilusão e tentar entender o sentido de nossas vidas é perca de tempo.
Já com relação as musicas, acho que tem muita coisa boa rolando por ai... e até o que não é bom para alguns agrada a outros. Isso é meio que um lance espiritual.
Já bem embutido com a pessoa, pois as vezes ela busca um estilo eu não é do seu meio.
Sendo assim, a musica reflete o estado de espírito atual da pessoa.

luiz scalercio disse...

cara cada dia seu blog
fica bellissimo .
tem texto muito bm mesmo ta.